Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 11 anos ATRÁS.

Perfil do contador gerencial

Para ser um profissional contábil de sucesso é necessário ter uma visão ampla do ambiente das organizações, para tanto, este profissional deve estar preparado para assumir este papel, a Contabilidade Gerencial, aliada com outras áreas do conhecimento científico, dará este suporte, com a finalidade de agregar valor a esta profissão tão nobre e promissora dentro deste novo modelo de fazer contabilidade.

Segundo Dias (2005), o termo contador gerencial não é novo, o surgimento da Contabilidade Gerencial foi após a Revolução Industrial, que ocorreu no século XVIII, devido a necessidade de levantar os custos do processo de conversão de mão-de-obra e materiais em novos produtos.

O Contador Gerencial é definido como um profissional que identifica, mede, acumula, analisa, prepara, interpreta e relata informações financeiras e operacionais para o uso da administração da empresa, nas funções de planejamento, avaliação e controle de suas atividades e para assegurar o uso apropriado e a responsabilidade de seus recursos. (IFAC – International Federation of Accouting – Federação Internacional de Contabilidade)

Dentro desta definição destaca-se várias qualidades do contador gerencial, e a sua importância dentro das organizações, entretanto, estas qualidades, dependem muito, da vontade de obter sucesso na profissão.

Para exercer com presteza a sua profissão o contador deve estar envolvido em todo processo decisório da empresa e  conhecer profundamente o negócio da empresa.

Para entender melhor o papel do contador gerencial nas organizações é necessário conhecer profundamente a Contabilidade Gerencial e seus objetivos.

A Contabilidade Gerencial tem como objetivo facilitar o planejamento, controle, avaliação de desempenho e a tomada de decisão internamente, através de relatórios de orçamento, contabilidade por responsabilidade, desempenho, custos e relatórios especiais com a finalidade de facilitar a tomada de decisão. (PADOVEZE, 1996).

Estes relatórios são apresentados de acordo com a necessidade da administração, com valores históricos e previstos, utilizando para tanto varias bases de moedas, sem restrição dos princípios de contabilidade geralmente aceitos, com exceção daqueles determinados pela administração.

A Contabilidade Gerencial utiliza-se de outras disciplinas como, economia, finanças estatísticas, pesquisa operacional e comportamental organizacional.

Segundo Souto Maior (1994), existem quatro características principais qualitativas  da informação contábil mencionadas pela ONU:

Relevância: define como informação relevante, aquela informação capaz de influenciar uma avaliação ou tomada de decisão, imediata ou futura. Os fatores que influenciam na relevância da informação disponibilizada pelas demonstrações contábeis são: oportunidade, tempestividade, materialidade, valor preditivo e feedback.

Compreensibilidade: as informações contidas nas demonstrações, não devem ser excessivas e complexas de tal modo a comprometer a compreensão por parte dos usuários, destruindo a essência das demonstrações, que de informar.

Confiabilidade: uma informação é de qualidade quando a mesma se tem minimizado a possibilidade de erros na sua geração. A informação apresentada deve representar de forma fiel a realidade. Deve levar em consideração a essência econômica dos eventos que ele representa, deve ser imparcial e neutra, e não deve favorecer nenhuma das partes em detrimento da outra. A prudência deve ser utilizada na elaboração de uma demonstração, o profissional precisa ter devido cautela para que não superestime receitas e não sejam subestimados, apresentando-se distante da realidade.

Comparabilidade: os usuários devem comparar as demonstrações contábeis de uma empresa através do tempo, a fim de identificar tendências na posição patrimonial-financeira e no seu desempenho.(PADOVEZE,1996).

Para que o trabalho do contador gerencial alcance com mais eficiência o seu resultado final é essencial que no decorrer dos seus trabalhos utilize de todas as suas ferramentas de trabalho com o intuito de otimizar os seus serviços. Ser um Contador Gerencial, não é um exatamente uma função específica dentro das organizações, mas sim um comportamento profissional e uma postura a ser aplicada dentro do desenvolvimento das atividades das orgnizações.

AZEVEDO, Israel Belo de. O prazer da produção científica: Diretrizes para elaboração de trabalhos acadêmicos. 4 ed. Piracicaba: Unimep, 1996, p. 39-47.

DIAS, Elaine Ap. O Contador Gerencial: 01/09/2005.disponível em: www.portalcontábeis.com.br, acesso em 23/11/2006.

PADOVEZE, Clóvis Luis. Contabilidade Gerencial: Um enfoque em sistemas de informação contábil. São Paulo: Atlas, 1996.




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail