Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 10 anos ATRÁS.

Marketing Contábil: Boca-a-boca para Contadores – III

“Quem domina a própria mente consegue controlar o seu ambiente.”

(Seicho Taniguchi)

Venho publicando uma série de artigos para desmistificar o marketing para a categoria contábil com três objetivos: primeiro, de que marketing é só propaganda. Segundo, de que marketing é caro. E terceiro, realmente conhecer o que é marketing, já que muitos falam do ‘marketing boca-a-boca’ mas não sabem que para alguém haver ‘boca-a-boca’ que haver serviços de qualidade e ter uma divulgação desses serviços. 

Já vimos que boca-a-boca – aquele famoso ‘quem indica’ – depende de um trabalho proativo do contabilista ou empresário contábil para que seu trabalho seja indicado. Também já mostramos que o marketing se preocupa com o CLIENTE de forma que não basta só divulgar, há que se ter um excelente serviço a ser oferecido e deixar o cliente encantado.

Dentro desse contexto, este artigo traz dicas sobre Marketing Pessoal, aquele em que o produto ou serviço a ser oferecido está intimamente ligado à IMAGEM que VOCÊ – empresário contábil ou contabilista – transmite para seu futuro contratante, que pode ser o empregador ou mesmo um novo cliente para sua empresa.

O conceito de marketing passa por oferecer melhores produtos, divulgar e atender as necessidades dos clientes. No caso pessoal, como se dá aplica esse conceito? Marketing Pessoal então, em termo bem simples, é dar uma boa capa a um bom conteúdo, é mostrar por fora o que se tem por dentro. Esse “dentro” e “conteúdo” é realmente o seu conhecimento, suas habilidades, o que você tem a oferecer.

As técnicas que podemos utilizar para divulgar esse conhecimento devem ser conhecidas para que você se sobressaia – como profissional ou como empresário – para que seu serviço gere o tal ‘boca-a-boca’.

E isso é importante para o contabilista? Sem dúvida. Veja esse exemplo: você vai ao supermercado com a incumbência de comprar uma lata de leite condensado. Chegando lá, você verifica que há três latas na prateleira: uma amassada e cheia, uma sem amassos mas vazia e uma outra cheia e sem amassos. Qual das três você escolhe? Certamente a que não tem amassos e está cheia! A lição que podemos tirar dessa história é que o contabilista pode espelhar-se como exemplo: os contratantes – empregadores ou empresas-clientes querem “conteúdo” mas com uma boa “embalagem”!

Baseado nessa premissa – ter uma aparência que justifique o conteúdo – leia 10 dicas de marketing pessoal que geram boca-a-boca positivo:

1) Fazer Educação Continuada

Essa é a parte do ‘conteúdo’. Estar sempre atualizado para oferecer o melhor serviço ao seu cliente ou empregador. E divulgar isso através de seu currículo ou folders com a formação dos profissionais que atuam na empresa contábil.

2) Ter boa Comunicação

Saber expressar-se bem de forma oral ou escrita faz sua empresa ganhar pontos. Invista em um curso de Oratória ou de Expressão Verbal.

3) Escrever e Publicar Artigos

Sobre os assuntos que você conhece, que possam ser úteis às pessoas que o lêem, inclusive clientes e não-clientes. Você se torna mais conhecido e passa a ser um ‘indicável’. Existem vários sites na internet e geralmente os jornais de bairro apóiam essas iniciativas. E após escrever e publicar, divulgue aos seus interessados.

4) Usar a Internet a seu Favor

A internet é a forma mais barata de chegar até as pessoas. Tenha um site da empresa ou um blog pessoal, com seu currículo, seus artigos. Atenda seus clientes pelo MSN, pelo Skype e mantenha-se conectado. Dica numero zero: responda seus e-mails em menos de 24 horas ou você corre o risco de perder para o concorrente.

5) Ser Empreendedor

É ser diferente de ser empresário. É ter iniciativa, trabalhar um pouco mais do que o solicitado, não temer riscos calculados, estar atento às oportunidades e não ter medo de recomeçar sempre. Serve para empresários ou empregados.

6) Estar sempre bem vestido

Não é preciso ser um modelo e usar as novidades da moda, mas as roupas devem refletir o profissional que você é, na ocasião que você está atuando. Sempre limpas e passadas.

7) Cabelo, boca e mãos 100%

Soube de um certo prestador de serviço que foi dispensado porque tinha mau-hálito e ninguém tinha coragem de falar para ele. Visitas regulares ao dentista, cabelos e unhas aparados fazem sucesso sempre.

8) Transmitir Entusiasmo

Se o cliente está reclamando, cabe a você mudar essa situação e não fazer coro com ele. Mostre-se agradável, otimista, entusiasmado. Ninguém gosta de estar perto de pessoas negativas e pessimistas, ainda mais indicar esse profissional. Sorria e transmita confiança, começando pelo aperto de mão que deve ser firme e cordial.

9) Relacionar-se

Participar de treinamentos, trocar cartões, visitar clientes e parceiros, criar novos canais de comunicação faz parte dos profissionais que desejam ver seu trabalho indicado e conhecido.

10) Ser útil, ajudar as pessoas

É importante que o contabilista entenda que seu trabalho terá mais êxito se ele estiver focado no objetivo de seus contratantes. O lucro do seu contratante deve fazer parte das suas preocupações e empenho. Seu objetivo deve ser satisfazer as necessidades de seus contratantes e muito mais: encantá-los.

No próximo artigo conversaremos sobre o Código de Ética da Profissão Contábil. Veremos o que pode e o que não pode ser divulgado. E ainda, como trabalhar seus diferenciais sem ferir às normas.

Até breve e sucesso para você!




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail