Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 17 anos ATRÁS.

Leão libera no dia 25 novo lote da malha fina de 2000

Leão libera no dia 25 novo lote da malha fina de 2000 r
nr
nELZA YURI HATTORI r
nr
nr
nSão mais de cinco mil restituições do IR, no valor total de R$ 11,7 milhões, retidas há dois anos. Dinheiro vai chegar com correção de 50,85% r
nA Receita Federal libera, dia 25, lote residual de declarações do Imposto de Renda-Pessoa Física referente ao exercício 2000, ano-base 1999. São 5.603 restituições, no valor total de R$ 11.751.352,55, que virão corrigidas em 50,85% (taxa Selic acumulada de maio de 2000 a março de 2003 mais 1% de abril). Outros 18.070 contribuintes terão imposto a pagar, no montante de R$ 23.598.212,78 e 3.802 declarações virão com saldo zero, ou seja, nenhum valor a pagar ou a receber. r
nr
nSegundo o Fisco, esse lote não estará disponível para consulta, seja na internet ou no Receitafone. O contribuinte que teve a declaração desse exercício retida na malha fina, deverá aguardar o aviso da Receita, informando que a restituição já está à sua disposição. Depois de liberado, o recurso permanecerá um ano no banco antes de retornar para o Governo. r
nr
nr
nQuarto loter
nHoje o Leão libera o quarto lote residual de restituições do IR de 2002, ano-base 2001. Nesse lote foram processadas 116.066 declarações, das quais 60.707 com imposto a restituir, no montante de R$ 99.042.453,56. Um total de 37.128 contribuintes terão saldo de imposto de renda a pagar, no valor de R$ 24.978.908,18. Outras 18.231 declarações tiveram saldo zero. r
nr
nA restituição virá corrigida em 18,61%. O índice corresponde à variação da taxa Selic de maio de 2002 a março deste ano mais 1% referente a abril, mês do pagamento do recurso. A Receita Federal lembra que, depois de liberado para saque, o dinheiro não terá qualquer outra correção.




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail