Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 2 meses ATRÁS.

Inflação pelo IPC-S avança na segunda semana de novembro

Nesta apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Habitação (-0,21% para 0,04%). Nesta classe de despesa, cabe mencionar o comportamento do item tarifa de eletricidade residencial, cuja taxa passou de -1,99% para -0,47%.

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: Despesas Diversas (0,36% para 1,03%), Educação, Leitura e Recreação (-0,06% para 0,06%), Comunicação (-0,10% para -0,07%) e Transportes (0,16% para 0,17%). Nestas classes de despesa, vale destacar o comportamento dos itens: jogo lotérico (0,00% para 6,39%), passagem aérea (-3,12% para -0,07%), tarifa de telefone móvel (-0,16% para -0,06%) e transporte escolar (-0,53% para 0,00%).

Em contrapartida, os grupos Vestuário (0,35% para 0,25%) e Alimentação (-0,07% para -0,10%) apresentaram recuo em suas taxas de variação. Nestas classes de despesa, vale citar os itens: calçados (0,15% para -0,12%) e hortaliças e legumes (-4,79% para -7,30%).

O grupo Saúde e Cuidados Pessoais repetiu a taxa de variação de 0,28% registrada na última apuração. As principais influências partiram dos itens: medicamentos em geral (-0,09% para -0,01%), em sentido ascendente, e serviços de cuidados pessoais (0,22% para 0,02%), em sentido descendente.

A próxima apuração do IPC-S, com dados coletados até o dia 22.11.2019 será divulgado no dia 25.11.2019.

Fonte: Portal IBRE FGV




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail