Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 17 anos ATRÁS.

Entrevista com o Prof. Dr. Antônio Lopes de Sá

Lopes de Sá acumula diversos títulos em uma vida dedicada ao estudo e ensino das ciências contábeis e econômicas, sendo inclusive Doutor pela Samuel Benjamin Thomas University, de Londres (Inglaterra) e pela Faculdade Nacional de Ciências Econômicas da Universidade do Brasil (Rio de Janeiro), bem como membro das Academias de Ciências Econômicas da Espanha, França e Brasil e Presidente da Academia Brasileira de Ciências Contábeis. r
nr
nAtuando também como docente, contador e consultor de grandes empresas instituições, o autor de 157 obras publicadas possui mais de 30 teoremas e axiomas científicos contábeis desenvolvidos e mais de 11 mil artigos editados em jornais e revistas do Brasil, Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Itália, Espanha e Portugal.r
nr
nNa entrevista a seguir, ele aconselha os profissionais de contabilidade a adquirir conhecimento acerca das principais nações do mundo, nos campos teórico e tecnológico.r
nr
nClasse Contábil:r
nCom vasta experiência na área da literatura, o sr. instituiu o termo “neopatrimonialismo”. Qual a importância deste conceito? r
nr
nLopes de Sá:
r
nO neopatrimonialismo é uma corrente cientifica que apresenta uma doutrina mais avançada e moderna em relação ao patrimonialismo dos autores Mais (Vincenzo Mais, criador da maior corrente internacional de pensamento científico em Contabilidade, o patrimonialismo, da Universidade de Bolonha, Itália), D´Áuria (Francisco D’Auria, criador da Contabilidade Pura, Contador Geral da República no Brasil e Contador Emérito das Américas) e Lopes Amorim (Jaime Lopes Amorim, chefe da Escola Contábil do Porto e uma das maiores celebridades da ciência contábil européia nesse século). r
nÉ a primeira corrente de origem brasileira, em toda a história da contabilidade. O neopatrimonialismo fundamenta-se na classificação das relações lógicas do fenômeno patrimonial, na implantação de axiomas e teoremas, dando origem a três grandes teorias: a das funções sistemáticas, a das interações e a da prosperidade. Fundamenta-se em grandes verdades e aproveita-se das conquistas do passado para lançar uma visão atual mais globalizada e abrangente, ou seja, do patrimônio em relação a seus ambientes externos. Parte do principio de que a riqueza não se move por si mesma, mas, é acionada por causas agentes. Considera que o patrimônio é um meio para satisfação de necessidades e que para conseguir isto exerce funções diversas. As referidas funções são autônomas e ocorrem ao mesmo tempo. A doutrina é vasta para ser resumida, mas, para bem entender a questão, os interessados podem recorrer às obras Teoria da Contabilidade e Fundamentos da Contabilidade Geral (livros de autoria de Lopes de Sá. Mais informações no endereço: www.lopesdesa.com.br).r
n r
nClasse Contábil:r
nCom a entrada na era digital e globalizada, em que aspectos é preciso avançar no que tange à formação acadêmica em ciências econômicas e contábeis?r
nr
nLopes de Sá:
r
nÉ preciso atualizar conhecimentos e estudar Contabilidade Comparada, ou seja, conhecer o que se passa nas principais nações do mundo, nos campo da tecnologia e da teoria. r
nr
nClasse Contábil:r
nSua vida profissional envolve diversas atividades no exterior. Em que aspectos esta experiência pôde enriquecer seu trabalho? r
nr
nLopes de Sá:
r
nEm meus artigos e livros eu repasso tudo o que absorvo no exterior. No campo científico muito me impressionam as teorias modernas dos pensadores Mattessich, Garcia, Requena Rodriguez e as de Ijri, que contém muitos pontos de coincidência em relação aos meus trabalhos publicados, além de uma riqueza cultural digna de ser apreciada.r
n r
nClasse Contábil:r
nComo auditor e consultor o sr. desenvolve trabalho importante junto a grandes empresas do país e órgãos públicos. Em sua opinião, quais os principais desafios por que passam a maioria de empresas brasileiras? r
nr
nLopes de Sá:
r
nAcredito nos profissionais brasileiros e os admiro, pois, os considero competentes e no mesmo nível dos estrangeiros de melhor qualidade. A maior dificuldade nossa é aceitar as mentiras que as leis comerciais e fiscais impõe à classe em vários ângulos. Com a lei 6404/76, das sociedades por ações, se cometeu um grave retrocesso. Ademais, a pressão estadunidense para que sejam seguidas as normas deles, como se fossem as melhores, é ainda um obstáculo.r
nr
nClasse Contábil:r
nAté pouco tempo, as irregularidades dos balanços de grandes empresas repercutiram na imprensa mundial questionando o papel do contabilista e empresários. No campo específico da ética profissional contábil, que questões ainda carecem de amplo debate?r
nr
nLopes de Sá:
r
nEspecialmente a questão da independência real dos auditores e a pressão das normas que ensejam alternativas que conduzem a deturpações. A falta de base científica é um grande problema. r
nr
nClasse Contábil:r
nOutra questão atual refere-se aos balanços sociais nas empresas. Quais são alguns benefícios do investimento atrelado à responsabilidade social? r
nr
nLopes de Sá:
r
nA sociabilidade é um dever da empresa, pois, quem se beneficia do ambiente a ele deve prestar benefícios. O Balanço Social deve dirigir-se no sentido de evidenciar o valor da empresa como participante de uma comunidade. r
nr
nClasse Contábil:r
nQue perspectivas econômicas o sr. considera para os próximo quatro anos que o Brasil passará?r
nr
nLopes de Sá:
r
nA intenção de crescimento, de maior produção, de maior oferta de emprego, plataforma do governo eleito, é a que sempre defendi em meus artigos, há mais de 40 anos. A herança econômica recebida não é boa, assim como aquela ética no que tange ao desperdício do dinheiro público e a corrupção. Entendo que todos devem cooperar e, se o Estado respeitar também os direitos dos cidadãos (coisa que nem sempre ocorre), acredito que poderemos muito realizar. Não será fácil, todavia, diante das pressões das grandes potências. O Brasil é um grande mercado e um país desenvolvido já; é fantasiosa essa imagem que a imprensa internacional vende de que somos subdesenvolvidos. Quem tem uma das mais poderosas agriculturas do mundo, um dos maiores rebanhos do mundo, quem produz do palito ao avião, quem tem as maiores reservas de água doce, o maior litoral, a abundância de energia solar de que dispomos, o povo trabalhador, criativo e alegre, nada tem a temer.r
nr
nClasse Contábil:r
nSobre os meios de divulgação de informações contábeis, na sua avaliação, qual a importância da Internet?r
nr
nLopes de Sá:
r
nEntendo que a Internet é um poderoso veículo de comunicação, que se bem utilizado poderá ajudar em muito no avanço cultural. r
nr
n_____________________________r
nr
nContato: lopessa.bhz@terra.com.brr
nr
n




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail