Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 10 meses ATRÁS.

Crescimento da economia na margem pode chegar a 3% este ano, diz presidente do BB

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, avalia que 2020 será um ano difícil para o setor bancário, que terá de lidar com mais concorrência com as fintechs e a queda de juros, que “atrapalha um pouco”. Ao mesmo tempo, a atividade econômica deve se acelerar, com o crescimento na margem podendo chegar a 3% este ano, o que deve estimular a demanda por crédito.

“Tendência é manter trajetória de melhoria de resultados”, disse Novaes nesta quarta-feira, 29, em sua apresentação em evento do Credit Suisse. “Não vai ser ano fácil na área bancária.”

Demanda do investidor

O presidente do Banco do Brasil afirmou que a demanda do investidor de varejo tem sido forte em ofertas de ações, mas a participação desse público precisa ser ampliada. “A participação do varejo precisa ser aumentada nos IPOS e follow ons”.

Novaes citou a participação do investidor de varejo que o BB teve na oferta de ações ocorrida no ano passado.
A instituição teve uma demanda de R$ 7 bilhões de investidores pessoas físicas no follow on que movimentou R$ 5,836 bilhões. Mais de R$ 3 bilhões vieram dos clientes do BB.

Fonte: Estadão Conteúdo




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail