Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 1 semana ATRÁS.

CNC estima que R$ 13,1 bilhões em saques do FGTS e PIS/Pasep irão para comércio e serviços

A liberação dos saques das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Fundo PIS-Pasep deverá destinar cerca de R$ 13,1 bilhões para gastos no comércio e consumo de serviços no último quadrimestre do ano, segundo estimativa divulgada nesta terça-feira (10) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Confirmada a previsão do governo federal de que R$ 30 bilhões deverão ser sacados entre agosto e dezembro, a CNC estima que R$ 9,6 bilhões (32%) serão direcionados para gastos no varejo e R$ 3,5 bilhões (12%) em serviços. Já a maior fatia, cerca de R$ 12,2 bilhões (40%), deverá ser usada para o pagamento ou abatimento de dívidas, segundo a projeção.

A confederação estima ainda que R$ 4,7 bilhões (16% do total) deverão ser poupados ou consumidos somente em 2020.

“Ainda que a quitação ou o abatimento de dívidas responda pela parcela mais representativa da destinação dos recursos disponíveis até dezembro deste ano (40%), esse percentual tende a ser menor do que aquele observado em 2017 (46% do total)”, informou a CNC.

Os segmentos do varejo que tendem a ser mais beneficiados pela injeção de recursos na economia, de acordo com a confederação, são o de vestuário e calçados (R$ 3,3 bilhões), de hiper e supermercados (R$ 2,5 bilhões), de móveis e eletrodomésticos (R$ 1,7 bilhão) e utilidades domésticas e eletroeletrônicos (R$ 900 milhões).

Fonte: G1 – Economia




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail