Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 17 anos ATRÁS.

Autônomos têm de recolher o INSS do mês de março pela tabela antiga

Autônomos têm de recolher o INSS do mês de março pela tabela antiga r
nr
nr
nAssessoria do INSS deu informação errada sobre escala Os contribuintes individuais (autônomos e empresários) e facultativos (donas-de-casa e estudantes), que se inscreveram no INSS antes de 29 de novembro de 1999, continuam, ainda este mês, a recolher suas contribuições previdenciárias de acordo com a escala transitória de salário-base e não de acordo com a remuneração. A escala será extinta somente para pagamentos referentes à competência abril, que são quitados até 15 de maio. r
nr
nAs assessorias do INSS em São Paulo e em Brasília informaram ontem que se enganaram quanto ao prazo de extinção da tabela, divulgado como sendo a partir de 1º de abril para pagamentos referentes a março. Até o dia 15 de abril, portanto, os autônomos e facultativos poderão recolher suas contribuições de acordo com a tabela, que obriga a permanência em faixas salariais por períodos mínimos de 12 meses, até que possam alcançar o teto de contribuições. r
nr
nPela tabela, as contribuições variam do mínimo de R$ 40 para quem recolhe o INSS pelo piso de R$ 200 a no máximo R$ 312,31, para quem recolho pelo teto de R$ 1.561,56. Com a extinção, a partir do pagamento de maio (referente a abril) todos os contribuinte individuais e facultativos poderão escolher, de acordo com suas rendas, quanto pagar ao INSS. r
n




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail