Conteúdos e cursos para contadores, empresários, gestores, advogados e estudantes

×
Siga-nos:
Classe Contábil
PUBLICADO 3 meses ATRÁS.

Arrecadação do governo federal é a melhor em cinco ano, diz Receita

O governo federal arrecadou R$ 763,321 bilhões no primeiro semestre de 2019 com o recolhimento de tributos, de acordo com dados da Receita Federal. Este é o maior desempenho para os ganhos dos primeiros seis meses desde 2014, ou seja, em cinco anos. Em 2018, a arrecadação federal somou R$ 749,858 bilhões no mesmo período. Os dados foram apresentados na manhã desta terça-feira (23/7).

A Receita apontou ainda que houve crescimento nas receitas do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL), que avançaram 12,27% nos seis primeiros meses deste ano. O resultado está associado ao melhor desempenho das empresas em comparação com o ano passado.

A arrecadação com “royalties” do petróleo avançou 19% contra o mesmo período de 2018, saindo de R$ 24,9 bilhões para R$ 30,9 bilhões. O dólar, que operou em alta durante a maior parte do primeiro semestre, também contribuiu com o aumento da arrecadação.

Último mês de análise

Somente em junho, informou o órgão, a arrecadação total somou R$ 119,946 bilhões, com crescimento real de 8,20% sobre o mesmo mês do ano passado. Esse também foi o melhor resultado, para esse período, desde 2014 – quando somou 120,384 bilhões.

Em junho, os ganhos somaram R$ 119,9 bilhões, o que corresponde a um ganho real (descontada a inflação) de 1,8% em comparação com o mesmo mês do ano passado. De acordo com a Receita, houve melhora em quase todos os fatores macroeconômicos.

Os ganhos com a produção industrial variaram 11,25% em comparação com junho de 2018, enquanto com o comércio e serviço avançaram 6,4% e 4,8%, respectivamente. A massa salarial, por sua vez, permitiu uma arrecadação 4,22% maior. Apenas o valor em dólar das importações tombaram 7,15%, com o recuo da moeda.

Fonte: Correio Braziliense




COMPARTILHAR

Deixe uma resposta

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leia também

Receba gratuitamente nosso boletim de artigos e notícias em seu e-mail