×
Siga-nos:

Criminosos usam novidades do open banking para aplicar golpes financeiros

Por Equipe Classe Contábil
20 de setembro de 2021
Comentar

Fraudadores digitais usam mensagens de texto ou ligações para solicitar dados pessoais; eles alegam que as informações são necessárias para cadastro em um novo sistema

A tecnologia facilita a vida das pessoas em diferentes aspectos, sobretudo, em relação às questões financeiras. No entanto, com movimento proporcionado pelo open banking, fraudadores digitais estão usando a novidade para aplicar golpes financeiros. As tentativas poderão ocorrer por meio do envio de mensagens de texto ou ligações que solicitem dados, por exemplo para “cadastramento no novo sistema”. É preciso desconfiar de ligações ou mensagens de texto mesmo que pareçam partir das instituições financeiras da confiança do usuário, como explica o especialista em direito digital, Paulo Vidigal. “E a gente tem que zelar e tomar cuidado com comunicações que recebemos, averiguar se do outro lado tem uma instituição séria. Se aquilo cheira meio estranho, temos que nos preocupar. A ideia é desconfiar de tudo e de todos, porque, de fato, esses golpes vão continuar acontecendo e temos que ficar em alerta”, pontua. O usuário que tomar as precauções básicas poderá aproveitar as facilidades do novo sistema com tranquilidade. O compartilhamento de dados entre instituições no contexto do open banking depende do consentimento do usuário. Em caso de dúvida, a recomendação é que o correntista procure os canais oficiais do seu banco.


Fonte: Jovem Pan Notícias

Sobre o autor

Equipe Classe Contábil

Time de gestão de conteúdo do Blog Classe Contábil - Conteúdos segmentados com foco nas áreas Contábil, Direito Empresarial e Afins, composto por profissionais de jornalismo, marketing, criação, desenvolvimento web e consultoria.

BC aumenta combate a contas laranjas para reforçar segurança do Pix

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse hoje (4) que está havendo um esforço para combater contas laranjas – contas bancárias abertas por criminosos em nome de outras pessoas. A medida busca aumentar a segurança do sistema de pagamento instantâneo, o Pix. “A gente está forçando, incentivando, a identificação desse tipo de contas e o cancelamento mais rapidamente”, disse durante palestra na Associação Comercial de São Paulo.

LER MAIS