Dinheiro das contas inativas do FGTS será isento de Imposto de Renda

17/02/2017

BRASÍLIA - Os trabalhadores não terão que pagar Imposto de Renda (IR) sobre os recursos sacados das contas inativas do FGTS. O mesmo vale para quem usou parte do saldo para investir na Vale e Petrobras, via fundos mútuos de privatização e agora pretende resgatar os valores aplicados.

Os recursos liberados das contas inativas terão que ser informados na declaração do IR de 2018, como valores não tributáveis, informou um técnico da equipe econômica.

O governo abriu a possibilidade de trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015 resgatarem os recursos depositados nas contas antigas do Fundo. Os saques começam dia 10 de março, obedecendo o mês de aniversário dos trabalhadores. O governo estima que R$ 43,6 bilhões ficarão disponíveis para saque em contas inativas e que 30,2 milhões de trabalhadores poderão ser beneficiados.

SAQUES VÃO ATÉ 31 DE JULHO

As datas do calendário correspondem ao primeiro dia permitido para o saque. O dinheiro, porém, estará disponível para todos os trabalhadores elegíveis até 31 de julho deste ano.

Fonte: O Globo

Comentários:

Nenhum comentário ainda.

Nome:

E-mail:

Comentário