Trabalhos Acadêmicos

Os Rumos Estratégicos das Instituições Financeiras no Brasil
Autor(es): Alexandre André Feil
Até meados de 1994, período onde predominava a inflação no Brasil, as instituições financeiras não realizavam esforços para aumentarem suas receitas e lucros, apenas com a sistemática da inflação gerenciavam estrategicamente seus ganhos. Com a chegada do plano real em 1994 houve uma grande mudança na estrutura da geração das receitas nas instituições financeiras, pois o plano real exterminou o fantasma da inflação. Com isto, várias instituições financeiras não conseguiram se adaptar a uma nova estratégia de ganhos de receita financeira, que era emergente por transitar de uma situação confortável (na era da inflação) para uma situação desconfortável (surgimento do plano real), desestabilizando e levando a ruina várias instituições financeiras brasileiras. Diante desta situação, as estratégias utilizadas para aumentar as receitas financeiras reposicionaram-se e para compensar a perda das receitas em função do desaparecimento da inflação, iniciou-se o aumento das carteiras de crédito para impulsionar novamente as receitas financeiras e aumentar a geração dos lucros. Com o aumento nas ultimas duas décadas da carteira de crédito (representava aproximadamente 80% da receita total gerada) nas instituições financeiras, onde apresentavam ano após ano um aumento do lucro gerado em função do aumento da carteira de crédito e das elevadas taxas de juros cobrados pelos empréstimos. Ocasionando um enriquecimento dos banqueiros e dos acionistas das instituições financeiras, e foi o propulsor do inicio de um “barulho” provocado por seus clientes. Então, neste ano de 2012, como a redução nas taxa da Selic que passou de outubro de 2005 (19,48%a.a.) para outubro de 2012 (7,39%a.a.) deveria, mas não impactou na redução dos juros e nem nos lucros apurados pelas instituições financeiras, o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal por intermédio de estratégias governamentais iniciaram uma redução das taxas de juros, com a utilização em massa dos meios de divulgação. Os impactos com esta estratégia governamental ocasionaram reduções nos lucros apurados das instituições financeiras do país, perfazendo um fechamento de lucro de janeiro a outubro de 2012 menor que os montantes acumulados na mesma época de 2011. No entanto, a pressão dos acionistas e dos proprietários das instituições financeiras, em decorrência deste decréscimo de lucro, será para ganharem a mesma fatia de lucro dos anos anteriores. E, assim surge um novo reposicionamento de estratégia de receitas nas instituições financeiras, que migrará da carteira de crédito para a realização de prestação de serviços. Ainda é cedo para discutirmos os resultados destes novos rumos da extração das receitas, mas haverá uma maior agressividade perante as instituições financeiras nas cobranças de tarifas e outros cobranças de taxas alocadas a prestação de serviços para tentar alcançar o mesmo lucro apurados nos anos anteriores.
Ver Detalhes Download
NÃO INCIDÊNCIA DE INSS SOBRE OS 15 PRIMEIROS DIAS DE ATESTADO MÉDICO, AVISO PRÉVIO INDENIZADO, 13º SOBRE AVISO PRÉVIO INDENIZADO, 1/3 CONSTITUCIONAL DE FÉRIAS E SALÁRIO MATERNIDADE.
Autor(es): Natal Moro Frigi
NÃO INCIDÊNCIA DE INSS SOBRE OS 15 PRIMEIROS DIAS DE ATESTADO MÉDICO, AVISO PRÉVIO INDENIZADO, 13º SOBRE AVISO PRÉVIO INDENIZADO, 1/3 CONSTITUCIONAL DE FÉRIAS E SALÁRIO MATERNIDADE.
Ver Detalhes Download
A MULTA POR ATRASO NA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL – EFD É CONFISCATÓRIA, POR FALTA DE RAZOABILIDADE E FERIR OUTROS PRINCÍPIOS
Autor(es): Natal Moro Frigi
A MULTA POR ATRASO NA ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL – EFD É CONFISCATÓRIA, POR FALTA DE RAZOABILIDADE E FERIR OUTROS PRINCÍPIOS
Ver Detalhes Download
NA INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA É DEVIDO O ISS E NÃO O ICMS CONFORME ENTENDIMENTO DO STJ
Autor(es): Natal Moro Frigi
NA INDUSTRIALIZAÇÃO POR ENCOMENDA É DEVIDO O ISS E NÃO O ICMS CONFORME ENTENDIMENTO DO STJ
Ver Detalhes Download
Avança Brasil, sem mediocridade e sem demagogia!
Autor(es): Pedro Almeida Peltier Badu
Desabafo do autor em relação a complexidade tributária e as medidas pontuais que são tomadas para modificar tornando cada vez mais a legislação mais confusa
Ver Detalhes Download
A Nova Sistemática do Parcelamento Ordinário de ICMS-SP
Autor(es): Advogado, graduado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e atuante no campo do Direito Tributário.
Este artigo trata das inovações trazidas pela Resolução Conjunta SF/PGE nº 02/12 em relação ao Parcelamento Ordinário de ICMS-SP.
Ver Detalhes Download
Sucessão nas empresas de contabilidade
Autor(es): "Um Jovem Contador" (http://umjovemcontador.blogspot.com.br/)
O processo de sucessão no comando das empresas é uma incógnita em qualquer segmento. E na contabilidade não é diferente, com cada vez mais jovens se preparando para dirigir escritórios e empresas da área.
Ver Detalhes Download
Parcelamento Eletrônico de débitos
Autor(es): "Um Jovem Contador" (http://umjovemcontador.blogspot.com.br/)
Caminho cada vez mais comum, a celebração de parcelamentos de débitos eletrônicos ainda é vista com ressalvas. Mas praticamente todas as esferas governamentais já possuem mecanismos.
Ver Detalhes Download
O que é o Ato Cooperativo nas Sociedades Cooperativas
Autor(es): Massao Hashimoto

Contador - Especializado em Sociedades Cooperativas de Trabalho
Ato Cooperativo, a ser definido em Projeto de Lei Complementar 271/2005 em tramitação no Congresso Nacional, conforme o art. 146 da Constituição Federal de 1988
Ver Detalhes Download
Secretário da Receita Federal fala sobre os critérios de fiscalização da Receita Federal, em Gramado-RS
Autor(es): Cristiane Dreher Müller
O XI Congresso de Direito Tributário realizado em Gramado, nos dias 28 junha a 01 de julho de 2012 trouxe a toda classe jurídica e contábil a posição do fisco e do judiciário quanto à tributação brasileira – tudo está muito complicado e muito difícil, vivemos em um verdadeiro “manicômio tributário” conforme afirma Luis Carlos Hauly – Secretário da Fazenda do Estado do Paraná e relator da Lei do Simples Nacional.
Ver Detalhes Download
Estamos sujeitos a uma nova onda: o tsunami tributário
Autor(es): Cristiane Dreher Müller
As empresas mais do que nunca devem cerca-se de profissionais da área fiscal e contábil bem preparados, devem primar por cursos de especialização e atualização dos profissionais, sob pena, de sucumbirem frente à “devastação fiscal” que está vindo com esta nova onda.
Ver Detalhes Download
Pandemônio Fiscal
Autor(es): Cristiane Dreher Müller
O Brasil é um país de energia, de alegria e de gente boa, mas nos últimos tempos tem se tornado um Pandemônio Fiscal. Precisamos urgentemente de uma reforma fiscal para simplificar as legislações, antes que todo mundo “se perca” no emaranhado das leis tributárias!
Ver Detalhes Download
Contrato de experiência e suas clausulas
Autor(es): João Alexandre Pereira Barbosa Filho

Bacharel em Ciencias Contabeis,Graduando em Direito, Socio do escritorio Alexandre Contabilidade
O onus provocado pela clausula assecuratoria de rescisao no contrato de experiencia.
Ver Detalhes Download
Modelo de Auditoria Interna Preventiva em Cooperativa de Crédito
Autor(es): Alexandre André Feil

Alexandre Heinrichs
O estudo foi desenvolvido em uma Cooperativa de Crédito, a qual por segurança das informações não será divulgado o nome, localizada na região Sul do Brasil. Este estudo é caracterizado como uma pesquisa exploratório, descritiva e bibliográfica.
Ver Detalhes Download
DESAFIO E OPORTUNIDADE NO TRABALHO PROFISSIONAL DE PERÍCIA CONTÁBIL COM FOCO NA APURAÇÃO DE HAVERES PELA DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADES EMPRESÁRIAS
Autor(es): ALVANI BOMFIM DE SOUSA JUNIOR
A Perícia Contábil é uma especialidade da Contabilidade que, podendo se apresentar sob forma judicial ou não, utiliza-se na resolução de conflitos de interesses através do fornecimento de provas para tomada de decisão de uma autoridade competente.
Ver Detalhes Download
DESAFIO E OPORTUNIDADE NO TRABALHO PROFISSIONAL DE PERÍCIA CONTÁBIL COM FOCO NA APURAÇÃO DE HAVERES PELA DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADES EMPRESÁRIAS
Autor(es): ALVANI BOMFIM DE SOUSA JÚNIOR
Dentre as atividades da Contabilidade encarregadas de controlar e salvaguardar o patrimônio das entidades e de indivíduos encontra-se a Perícia Contábil, a qual se apresentando sob forma judicial ou não, merece que seja depositada confiança sobre o seu posicionamento, escolhendo-se, por conseguinte, tal temática, por considerar a relevância desta abordagem técnica e científica no processo de tornar hábeis as provas para apuração de haveres no ramo empresarial, no que tange à elucidação de prejuízos e lucros quando da dissolução de participação societária, uma vez que tais informações servem de base para a tomada de decisão da autoridade competente.
Ver Detalhes Download
DESAFIO E OPORTUNIDADE NO TRABALHO PROFISSIONAL DE PERÍCIA CONTÁBIL COM FOCO NA APURAÇÃO DE HAVERES PELA DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADES EMPRESÁRIAS
Autor(es): ALVANI BOMFIM DE SOUSA JÚNIOR
Dentre as atividades da Contabilidade encarregadas de controlar e salvaguardar o patrimônio das entidades e de indivíduos encontra-se a Perícia Contábil, a qual se apresentando sob forma judicial ou não, merece que seja depositada confiança sobre o seu posicionamento, escolhendo-se, por conseguinte, tal temática, por considerar a relevância desta abordagem técnica e científica no processo de tornar hábeis as provas para apuração de haveres no ramo empresarial, no que tange à elucidação de prejuízos e lucros quando da dissolução de participação societária, uma vez que tais informações servem de base para a tomada de decisão da autoridade competente.
Ver Detalhes Download
BOAS IDÉIAS, PLANEJAMENTO INADEQUADO: PROBLEMAS A VISTA
Autor(es): Rafael Toledo - Contador e Professor Universitário
Este artigo procura discorrer sobre possíveis problemas enfrentados pelas empresas em situações aonde não há um planejamento adequado.
Ver Detalhes Download
Carta de Correção Eletrônica - Novas diretrizes
Autor(es): Carlos Alberto Gama.
Quais são os novos requisitos para CC-e?
Ver Detalhes Download
Micro Empreendedor Individual está obrigado a emitir NF-e?
Autor(es): Carlos Alberto Gama.
MEI está obrigado a emitir NF-e?
Ver Detalhes Download